Dúvidas Frequentes

A SEAD oferece apoio a ações vinculadas, principalmente, à oferta de disciplinas na modalidade a distância em cursos presenciais de graduação, pesquisas em educação a distância e a produção de recursos educacionais digitais para apoio às ações a distância.  Para destinação dos recursos (em geral, como bolsas a alunos de graduação e/ou pós-graduação da UFBA) são lançados anualmente editais para apresentação de projetos pelos docentes e/ou técnicos administrativos da Universidade.

Não. Verifica-se uma tendência de uso cada vez mais frequente das tecnologias de comunicação e informação (TIC) no ensino presencial. Os recursos online, disponíveis nos AVAs (como o Moodle, por exemplo) são utilizados como apoio às atividades de ensino-aprendizagem em disciplinas dos cursos de graduação e pós-graduação presenciais, sem que com isso se altere o caráter de disciplina presencial, desde que a carga-horária desenvolvida a distância seja inferior a 20% do total da carga horária da respectiva disciplina.

Sim. As instituições de ensino superior podem ofertar até 20% da carga horária de cada curso presencial na modalidade a distância. Assim, um curso presencial de graduação ou de pós-graduação poderá ter diversas disciplinas ofertadas parcialmente ou totalmente à distância, desde que essa carga horária não ultrapasse 20% da carga horária total do respectivo curso.

Não. Até o momento, a oferta de cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) na modalidade a distância não está regulamentada no Brasil.

O Moodle tem sido a plataforma de EaD mais difundida na instituição, com maior base de cursos e disciplinas ofertados para a comunidade acadêmica.

Os cursos a distância envolvem o uso de plataformas de apoio às atividades a distância (também denominados Ambientes Virtuais de Aprendizagem), como o Moodle. O acesso à plataforma de educação a distância pode ser realizado a partir de desktop (computadores de mesa), notebooks ou tablets, desde que possuam acesso à internet e o usuário esteja cadastrado na plataforma indicada pelo curso. Um equipamento padrão capaz de acessar a maioria dos sites na Internet em geral estará apto para acessar a plataforma de educação a distância.

As Universidades podem instituir Polos Associados, sob a mesma lógica dos demais pólos, sob o seu custeio. A UFBA mantém um Polo de Apoio Presencial em xxxx, no xxx, e outro em Imbé/RxxxxS, nas dependências do xxxxxx. Esses Polos fazem parte do Sistema UAB e, portanto, outras Instituições de Ensino Superior podem oferecer cursos nesses locais, mediante o estabelecimento de Convênio.

Não. Os Polos de EaD vinculados ao Sistema UAB são credenciados pelo Ministério da Educação (MEC), mantidos pelas Prefeituras dos Municípios ou pelo Governo do Estado onde estão localizados e monitorados pela CAPES para a recepção de cursos pelas diversas universidades interessadas.

Os polos do Sistema Universidade Aberta do Brasil oferecem apoio presencial aos cursos a distância das instituições públicas de ensino superior (universidades federais, universidades estaduais e institutos federais). No Estado da Bahia, existem xx Polos UAB, distribuídos nas diferentes regiões.

Os Polos de Apoio Presencial à EaD são unidades descentralizadas nas quais se realizam as atividades presenciais dos cursos a distância. Por padrão, a infraestrutura de um polo de EaD contempla, com acessibilidade, laboratórios específicos (de acordo com os cursos ofertados), laboratório de informática, secretaria, sala de tutoria, sala dos professores, sala de aula, auditório, biblioteca, conexão com internet, espaços de convivência etc. A infraestrutura de um polo de EaD pode ser compartilhada com outras instituições de ensino.

Nos Polos de Apoio Presencial à Educação a Distância ou na sede da Universidade, conforme for previsto no projeto pedagógico do curso.

No caso dos cursos de graduação ou pós-graduação, segundo o Art. 4° do Decreto Nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005, "...a avaliação do desempenho do estudante para fins de promoção, conclusão de estudos e obtenção de diplomas ou certificados dar-se-á no processo, mediante: cumprimento das atividades programadas realização de exames presenciais, sendo que os resultados dos exames devem prevalecer sobre os demais resultados obtidos em quaisquer outras formas de avaliação a distância". No caso de cursos de extensão, a avaliação presencial não é obrigatória [Resolução nº xx/xxxx-xxxx/UFBA].

A proporção de atividades presenciais e a distância realizadas em curso EaD é definida pela Unidade Universitária que o oferta, a partir do projeto pedagógico do curso. Algumas atividades são obrigatoriamente presenciais, como é o caso das avaliações. No caso dos cursos de graduação a distância, é comum que ocorram atividades presenciais no início e término de cada módulo ou semestre, assim como no início ou término de cada disciplina.  Na UFBA, são considerados cursos a distância aqueles em que mais de 20% da carga horária total seja composta de atividades de ensino a distância [RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx – xxxx/UFBA].

A carga horária dos cursos a distância, sejam cursos de graduação ou pós-graduação lato sensu, seguem as respectivas diretrizes curriculares e são as mesmas dos cursos presenciais.

Comumente, incluem prova escrita, análise de currículo e/ou entrevista, a critério das Unidades Universitárias de oferta. Cada edital de seleção oferecerá os critérios específicos.