Ipirá

HISTÓRICO

 

Inicialmente denominada de "Santana do Camisão," de acordo com o livro "A Saga do Camisão Rumo a Ipirá", de Dilemar Costa, o primeiro rancheiro da atual Ipirá foi o português Valério Pereira de Azevedo, que recebeu as terras do Rei de Portugal, em meados do século 17. Conhecido como o "Homem do Camisão", por trajar camisolões semelhantes a chambres, de algodão rústico, derivou de suas roupas o topônimo “Camisão” para o rancho, que se tornaria depois "Fazenda" e em seguida, "Povoado do Camisão". Porém não há nenhuma fonte documental que comprove tais afirmações.

Ipirá desmembrou-se de Feira de Santana e foi automaticamente criada pela resolução provincial de número 520 em 20 de abril de 1855, passando a chamar-se Ipirá através do decreto 7521 de 20 de julho de 1931, o nome da cidade tem origem Tupi e siginifica "cabeça de peixe", fazendo relação com o rio que banha parte das terras locais, denominado Rio do Peixe.

Ipirá localiza-se na Micro-Região Homogênea e Administrativa de Feira de Santana e do ponto de vista econômico na Região do Paraguaçu.

 

Área: 3.105 km²

População: 59.343 (IBGE, 2010)

 
Distância da capital: 
202.00km
Contatos, Mapas, Imagens: 

 

 
Tel, E-mail, Site e Facebook: 

Endereço:

Coordenação:

Contatos:

E-mail:

Telefone:

Facebook: